quarta-feira, 13 de maio de 2015

VOLTEI



Cuidado com os semeadores que você não conhece. Há muita maldade escondida em sorrisos sedutores... 



Cuidado com aqueles que deixam cair qualquer coisa sobre você, afinal, você merece muito mais que qualquer coisa. 

Cuidado com os amores passageiros... eles costumam deixar marcas dolorosas que não passam... 

Cuidado com os invasores do seu corpo... eles não costumam voltar para ajudar a consertar a desordem... 

Cuidado com os olhares de quem não sabe lhe amar... eles costumam lhe fazer esquecer que você vale à pena... 

Cuidado com as palavras mentirosas que esparramam por aí... elas costumam estragar o nosso referencial da verdade... 

Cuidado com as vozes que insistem em lhe recordar os seus defeitos... elas costumam prejudicar a sua visão sobre si mesmo. 

Padre Fabio de Melo

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

sábado, 30 de agosto de 2014






Escreva-me

Escreva-me quando o vento tiver desfolhado as árvores
Os outros tiverem ido ao cinema, e você quiser ficar sozinha
Se você não quer falar muito então escreva-me

Servirá para fazê-la sentir-se menos fraca, quando nas pessoas encontrar
Somente indiferença, nunca se esqueça de mim

E se você não tiver nada de particular para dizer
Não precisa se preocupar, eu saberei entender
Pra mim, basta saber que você pensa em mim ao menos um minuto
Porque eu sei ficar contente mesmo com uma simples saudação
É necessário tão pouco para sentir-se mais perto

Escreva-me quando o céu parecer mais claro
Os dias agora se alongam
Mas não espere pela tarde, se você tem vontade de cantar
Escreva-me, mesmo quando você achar que está apaixonada...

E se você não tiver nada de particular para dizer
Não precisa se preocupar, eu saberei entender
Pra mim, basta saber que você pensa em mim ao menos um minuto
Porque eu sei ficar contente mesmo com uma simples saudação
É necessário tão pouco para sentir-se mais perto
Escreva-me, mesmo quando você achar que está apaixonada...
Ooooh, escreva-me. 

Renato Russo




sábado, 24 de maio de 2014

No desespero e no perigo, as pessoas aprendem a acreditar no milagre. De outra forma não sobreviveriam.
Erich Remarque


sexta-feira, 31 de janeiro de 2014


"Não sou sempre flor. Às vezes, espinho me define tão melhor. Mas só espeto os dedos de quem acha que me tem nas mãos."
Marla de Queiroz


domingo, 26 de janeiro de 2014


"Levanta corpo, que o espírito quer ir em frente..." 
                           Caio Fernando Abreu